sexta-feira, 5 de agosto de 2016

Pecados Humanos e a Misericórdia Divina

Conta São Nicolau Velimirovich que, certo dia, um padre caminhava por uma estrada vazia num dia quente quando, de repente, salta da moita um homem de aparência selvagem e com uma arma. Ele disse ao padre:

- Eu matei 99 homens, e você será o centésimo!

O padre respondeu-lhe:

- Eu estou preparado para morrer, mas por favor, antes que me dê o tiro, me dê um pouco de água para beber, pois estou com sede.

O assassino ficou confuso por um momento, mas então levou o padre, na ponta da arma, até seu casebre no mato onde deu-lhe um copo de água para beber. Enquanto o padre bebia a água,o assassino teve um ataque cardíaco e morreu.



Os anjos vieram do céu para escoltar a alma do assassino para o céu, mas os demônios começaram a reclamar com eles:

- Esse sujeito matou 99 homens, além de ter cometido muitos outros pecados menores. A alma dele nos pertence!

Mas os anjos responderam aos demônios:

- É verdade, porém, ele também realizou dois grandes feitos para o Evangelho de Cristo e que pesam muito mais que todos os seus pecados. O primeiro foi que ele confessou seus 99 assassinatos para um padre e o segundo foi que deu água a quem tinha sede.

Portanto, fica o ensinamento: nenhum pecado, não importa quantas vezes tenha se repetido, é maior que a misericórdia de Deus.